blog.ftofani.com / Esse é o blog pessoal do Felipe Tofani. Onde ele escreve e comenta sobre tudo que acha interessante mas não necessariamente é.

As Melhores Coisas do meu Consumo de Mídia em 2017

No final de 2017 eu tentei experimentar um pouco com o conteúdo aqui desse blog e passei a escrever aqui um pouco mais. Tentei escrever um pouco sobre as bandas e os discos que eu mais gostei nesse ano mas não consegui fazer artigos sobre tudo mais que eu acabei consumindo nesse ano que acabou. Por isso mesmo resolvi escrever um artigo simples, uma retrospectiva daquelas melhores coisas do meu consumo de mídia em 2017.

No final de 2017 eu tentei experimentar um pouco com o conteúdo aqui desse blog e passei a escrever aqui um pouco mais. Tentei escrever um pouco sobre as bandas e os discos que eu mais gostei nesse ano mas não consegui fazer artigos sobre tudo mais que eu acabei consumindo nesse ano que acabou. Por isso mesmo resolvi escrever um artigo simples, uma retrospectiva daquelas melhores coisas do meu consumo de mídia em 2017.

Aqui eu vou inserir os melhores livros, discos, viagens, filmes, séries de 2017.

Quando se trata de livros, eu sei que deveria ter lido mais do que eu li. Acontece que eu costumo ler muito quando estou no transporte público mas eu só ando de bicicleta por aqui e isso atrapalha minha leitura. Só consigo me lembrar de ter gostado de um livro e odiado outro. Sei que li mais do que isso mas no momento só consigo lembrar desses dois livros.

O que eu odiei foi Beautiful You do Chuck Palahniuk que parece ser um dos livros mais estúpidos que eu já li. É até difícil explicar o quão ruim ele é. Só digo para todos evitarem. O livro que eu gostei foi o The Circle de Dave Eggers que mostra a história de uma mulher trabalhando em uma empresa de tecnologia que é uma mistura de Amazon com Facebook e Google a enésima potência. A história é interessante e até virou um filme nesse ano. Mas não cheguei a vê-lo e, baseado no trailer, acredito que vou passar longe dele.

Quando se trata de séries, eu também fiquei bem limitado. Esse ano que passou foi o ano que eu assisti Game of Thrones com uma empolgação menor do que antes. Não acredito que essa temporada tenha sido ruim mas acredito que ela foi um pouco mais fraca do que eu esperava. E, além de todos os problemas de geografia e tempo de viagem, essa temporada acabou ficando esquecível.

Outras séries que eu acabei assistindo atrasado e gostando mais do que deveria foi Mr Robot e Stranger Things. Só fui assistir as duas séries no início do ano e acabei achando mais interessante do que eu esperava. Principalmente Mr Robot que vem com uma mistura de narrativas bem peculiar.

Além disso, uma série que fui assistir acidentalmente e gostei bastante foi You Me Her onde um casal suburbano americano passa a ter um relacionamento a três com uma mulher mais jovem e é cheio de reviravoltas quase esperados e tem momentos bem interessantes. Vale a pena assistir de vez em quando.

You Me Her – Trailer

Ficha en Lesbian Lips: https://www.lesbianlips.es/you-me-her-series/cards/4078/

Agora, falando de filmes, eu tenho uma bela lista de filmes que vi em 2017 e que foram fenomenais. Vou mencionar os sete filmes que merecem destaque.

Assisti o espanhol Los cronocrímenes no início do ano e foi mais do que surpreendente. A história de um homem que entra em uma máquina do tempo por acidente e volta no tempo em uma hora é cheio de reviravoltas e é um dos melhores filmes que já vi que incluem viagens no tempo. Vale muito a pena assistir.

TRAILER DE “LOS CRONOCRIMENES”

Trailer de los cronocrimenes. Estreno el 27 de junio www.loscronocrimenes.com

Okuribito chegou para mim há poucos dias e foi o último filme bom que eu assisti em 2017, talvez um dos melhores. O filme conta a história de um músico que perde o emprego e vai trabalhar na sua cidade natal com o processo de tratamento de corpos antes deles serem cremados no Japão. Mas o filme é sobre outra coisa. Por isso mesmo que eu gostei tanto de assistí-lo e você deveria fazer isso também.

Departures Official UK Trailer

Winner of the 2009 Oscar for Best Foreign Language Film, Departures tells the story of Daigo Kobayashi (Masahiro Matoki), a devoted cellist in an orchestra that has just been dissolved who now finds himself without a job. Daigo decides to move back to his old hometown with his wife to look for work and start over.

Quando se trata de documentários, o destaque absoluto fica com HyperNormalization do Adam Curtis. Nesse filme de quase três horas, o diretor tenta explicar o mundo em que vivemos hoje através de eventos do passado e como que eles se conectam de uma forma inesperada. Esse deve ser o único filme dessa lista aqui que eu sai falando para as pessoas assistirem. E eu fiz isso várias vezes.

HyperNormalisation 2016

HyperNormalisation is a 2016 BBC documentary by British filmmaker Adam Curtis. The film was released on 16 October 2016 The Power of Nightmares https://archive.org/details/ThePowerOfNightmares-AdamCurtis Bitter Lake http://www.bbc.co.uk/iplayer/episode/p02gyz6b/adam-curtis-bitter-lake

Outro filme que adorei assistir foi Coherence que conta a história de um grupo de amigos que resolvem fazer um jantar enquanto um cometa está passando. Esse cometa parece ser o motivo pelos quais todas as coisas estranhas do filme acabam acontecendo mas eu não sei que tipo de cometa causaria tudo que acontece ali.

Coherence Official Trailer 1 (2014) – Mystery Movie HD

Subscribe to TRAILERS: http://bit.ly/sxaw6h Subscribe to COMING SOON: http://bit.ly/H2vZUn Subscribe to INDIE & FILM FESTIVALS: http://bit.ly/1wbkfYg Like us on FACEBOOK: http://goo.gl/dHs73 Follow us on TWITTER: http://bit.ly/1ghOWmt Coherence Official Trailer 1 (2014) – Mystery Movie HD On the night of an astrological anomaly, eight friends at a dinner party experience a troubling chain of reality bending events.

The Signal é um filme de ficção científica com uma história que é completamente diferente de tudo que eu esperava quando comecei a assistir o filme. Tudo começa com um trio de amigos em uma viagem que acaba indo para fora da rota quando o objetivo da viagem se torna encontrar um gênio dos computadores que parece estar brincando com um dos personagens do filme. Daí para frente, o filme só surpreende.

The Signal Official Trailer #1 (2014) – Laurence Fishburne, Brenton Thwaites Movie HD

Subscribe to TRAILERS: http://bit.ly/sxaw6h Subscribe to COMING SOON: http://bit.ly/H2vZUn Like us on FACEBOOK: http://goo.gl/dHs73 The Signal Official Trailer #1 (2014) – Laurence Fishburne, Brenton Thwaites Movie HD Nick and Jonah are MIT freshmen with a passion for hacking. While driving cross-country through Nevada with Nick’s girlfriend, Hailey, they follow rival hacker Nomad’s clues to a location 180 miles away.

Triangle é um filme que começa de um jeito feliz, onde um grupo de amigos está velejando pelos mares. Mas um acidente acaba mudando os rumos da história. Quando esse grupo de amigos tenta se abrigar em um navio a deriva, a história muda de direção e se torna um thriller quase assustador.

Triangle – Trailer

When Jess (Melissa George) sets sail on a yacht with a group of friends, she cannot shake the feeling that there is something wrong. Her suspicions are realized when the yacht hits a storm in the Bermuda Triangle and the group is forced to board a passing ocean liner to get to safety.

Para finalizar essa lista de filmes, fico com Following que é o primeiro filme do Christopher Nolan. Lançado em 1999 e seguindo uma forma não cronológica de contar uma história, esse filme merece ser visto por mais pessoas. Filmado enquanto o diretor ainda estava estudando cinema, esse filme merece a atenção de quem é fã do diretor.

Quando se trata de música, fica difícil para mim escrever sobre todos os discos que eu gostei de escutar esse ano. Ainda vou escrever alguns artigos sobre discos que merecem mais destaque mas já escrevi sobre aqueles que eu gostei mais.

Piano Works do Vikingur Olafsson foi o disco de 2017 que eu mais escutei e fica fácil considerar esse com o meu disco favorito do ano. Motherblood do Grave Pleasures vem na sequência com The Assassination of Julius Caesar do Ulver bem perto. Consegui assistir shows dessas bandas esse ano e isso deixou os discos ainda melhores. Se tiver a oportunidade de fazer isso, faça sem pensar duas vezes.

Mesmo não sendo lançamentos de 2017, escutei muito When We Are Death do Hexvessel e Low do David Bowie e tive que mencionar os dois discos nessa lista aqui.

Quando se trata de viagens já fica fácil demais escrever aqui. Tudo porque, todos os anos, eu escrevo uma breve retrospectiva das minhas melhores viagens do ano no Fotostrasse.

http://fotostrasse.com/soviet-statue-graveyard-tallin/#.WJugLBIrKV4

Esse ano que passou eu viajei para Tallinn, na Estônia, e fui explorar um cemitério de estátuas soviéticas. Também fui para Hamburgo ver um show do Nick Cave e acabei me apaixonando por outra cidade da Alemanha. Além disso tudo, ainda fui para Portugal pela primeira vez e sai viajando por pequenas cidades no norte do país no que eles chamam da Rota do Peixe.

No final de outubro, aproveitei uns dias de folga por aqui e peguei um ônibus em direção a Rússia. Kaliningrado para ser mais preciso e os três dias que eu passei andando pela cidade vão ficar na minha memória para sempre.

House of Soviets é um enorme prédio de arquitetura brutalise que pode ser encontrado no meio de Kaliningrado, na Rússia. Não existe nada maior do que essa construção por lá e pode ser visto de todos os lugares da cidade, o que é visto por muitos russos como sendo uma mancha suja no meio de Kaliningrado. Muitos dizem isso porque esse é um projeto arquitetônico fracassado que está abandonado. Mas muitos reclamam do visual estranho do local e algumas pessoas até dizem que o prédio parece com a cabeça de um robô que parece ter sido enterrado. É sério isso.

Já no final do ano, eu fui para Paris pela primeira vez desde 2014 e visitei a cidade com novos olhares. Consegui seguir meu plano de explorar locais menos conhecidos e pontos turísticos quase alternativos. Foi tão legal que preciso voltar lá ainda esse ano.

A imagem no topo do artigo é meu #bestnine direto do instagram.