tecnologia

Adam Podstawczynski costuma tirar fotos de computadores antigos de tempo em tempo. Esse pode ser um hobby meio peculiar para muitas pessoas mas ele faz isso com uma beleza única. Além da beleza de suas fotos, o que me chamou a atenção foi o fato de tudo que ele fotografa está funcionando perfeitamente e podem ser usados para jogos e trabalho.

Viajando no Tempo com as Fotos de Computadores Antigos de Adam Podstawczynski

Adam Podstawczynski costuma tirar fotos de computadores antigos de tempo em tempo. Esse pode ser um hobby meio peculiar para muitas pessoas mas ele faz isso com uma beleza única. Além da beleza de suas fotos, o que me chamou a atenção foi o fato de tudo que ele fotografa está funcionando perfeitamente e podem ser usados para jogos e… Read More »Viajando no Tempo com as Fotos de Computadores Antigos de Adam Podstawczynski

Uncanny Valley é um conceito que explica como objetos criados digitalmente que quase parecem humanos, mas que deixam algo a desejar, acabam passando uma sensação estranhamente familiar, algumas vezes, até uma repulsa. Esse foi o problema dos efeitos especiais e do CGI até os dias de hoje. Mas, de acordo com o video de Alan Warburton que você pode ver logo abaixo, esse mundo de incertezas visuais acabou de ser superado. Hoje em dia, os computadores conseguem criar cenários reais onde pessoas não conseguiriam distinguir o que é realidade e o que foi criado digitalmente. O problema e o questionamento que esse video levanta é simples: o que faremos agora?

Goodbye Uncanny Valley

Uncanny Valley é um conceito que explica como objetos criados digitalmente que quase parecem humanos, mas que deixam algo a desejar. Acabam passando uma sensação estranhamente familiar, algumas vezes, até uma repulsa. Esse foi o problema dos efeitos especiais e do CGI até os dias de hoje. Mas, de acordo com o video de Alan Warburton que você pode ver… Read More »Goodbye Uncanny Valley

Como entreter uma população que não tem nenhum sentido da vida e que não precisa fazer nada para sobreviver? Como fazer isso de um jeito que permita que uma sociedade exista?

Encontrando o Sentido da Vida num Mundo sem Trabalho

Achei bem interessante esse artigo que questiona sobre o que a humanidade vai acabar fazendo quando a maioria dos empregos se tornar automatizado. Como entreter uma população que não tem nenhum sentido da vida e que não precisa fazer nada para sobreviver? Como fazer isso de um jeito que permita que uma sociedade exista? O autor desse artigo no The… Read More »Encontrando o Sentido da Vida num Mundo sem Trabalho

Depois de todos os anos de uso, já passei por umas três pulseiras oficiais do Pebble e, essa semana, resolvi mudar de estratégia. Dei uma pesquisada e me deparei com uma pulseira criada por Richard Tracy que vem com um visual mais largo do que a pulseira do Pebble e que pareceu ser muito mais durável e resistente. Depois de pensar por uns dias, acabei fazendo a compra e, ontem, a pulseira chegou aqui no meu trabalho.

Uma Nova Pulseira para meu Pebble

Tenho meu Pebble desde 2012 quando esse smart watch foi lançado através do kickstarter. Gosto bastante dele mas ele não é perfeito. Um dos maiores problemas que vejo nele é a qualidade da pulseira que vem com ele. Depois de todos os anos de uso, já passei por umas três pulseiras oficiais do Pebble e, essa semana, resolvi mudar de… Read More »Uma Nova Pulseira para meu Pebble

Apesar de tudo que esse robô da Boston Dynamics consegue fazer, ele ainda é meio desajeitado. Ele mal consegue se manter em pé enquanto anda na floresta coberta de neve perto de onde foi fabricado. Mas ele não cai. E isso é importante.

Boston Dynamics: Transformando a Humanidade em Algo Irrelevante

A Boston Dynamics resolveu me assustar novamente com o video do seu novo robô. Conhecido como Atlas Droid, esse robô bípede é capaz de andar na neve, carregar caixas, abrir portas e, acredito que num futuro próximo, matar seres humanos. Pelo menos é o que eu gostaria de fazer depois do que acontece com o robô no vídeo abaixo.
Read More »Boston Dynamics: Transformando a Humanidade em Algo Irrelevante