Skip to content
Vi alguém falando sobre isso no Artifact e resolvi fazer o mesmo aqui e escrever sobre os apps default que chegaram no final de 2023 comigo.

Meus Sites e Apps Default de 2023

Vi alguém falando sobre isso no Artifact e resolvi fazer o mesmo aqui e escrever sobre os apps default que chegaram no final de 2023 comigo.

O meu app de RSS continua a ser o Feedly e eu não sei se vou procurar um substituto para ele já que consigo fazer tudo que eu preciso por lá e ele ainda tem features que eu nem aprendi a usar ainda. Uma pena que o Google Reader morreu mas fico feliz de ver que o Feedly existe.

Quando se trata de e-mail, tudo que eu tenho está ali no GMail mesmo. Eu sei dos problemas de privacidade que isso pode ser, mas, para mim, eu vejo mais vantagens do que pontos negativos, então continuarei lá.

Quando se trata das tarefas do dia a dia e os famosos todo lists, eu fico com tudo no papel mesmo. Uso o Google Calendar para manter uma visão das coisas que eu preciso fazer para o trabalho ou com amigos, mas, de resto, tudo vive no papel. Uso uma agenda da Traveler’s Notebook desde 2022 e gosto bastante de todas as customizações possíveis por ali. Já sei que vou continuar com isso em 2024 já que estou olhando para a minha agenda do ano que vem enquanto escrevo aqui.

Falando de Cloud storage, 2023 foi o ano que resolvi deixar de lado o Dropbox devido ao número de devices que eu poderia usar com o plano grátis. Acabei focando tudo no meu Google Drive e no Photos já que eu uso ambos os serviços como backup redundante do que eu tenho em casa em um HD externo.

Para edição de fotos, quando estou no meu computador, eu sempre estou usando o Lightroom Classic já que eu gosto bastante dos features que ele tem e estou bem acostumado com o workflow que eu sigo por lá tem quase uns dez anos. Quando estou viajando, eu costumo usar o iPad Pro que eu tenho com o Lightroom para fazer edições em algumas fotografias e para fazer backup do meu CF Card caso algo aconteça por ali.

Já no iPhone, eu fico um pouco dividido entre os apps de edição de imagem que mais uso. Já usei muito o VSCO, mas eu acabei desistindo dele em 2023 já que a interface mudou para algo que não fez sentido algum. Dessa forma, eu fico dividido entre o Darkroom e o Lightroom e isso foi mais peculiar do que eu esperava. Além disso, uso o Huji Cam para deixar as fotos dos stories do Instagram com um visual mais analógico e, ocasionalmente, fico brincando com as imagens no Mextures porque gosto do visual que ele oferece.

Cada dia que passa, perco um pouco do interesse pelo Instagram, devido a suas mudanças de algoritmo que priorizam vídeos e reels. Desde 2022 que eu ando publicando muito mais no Flickr e acabo usando o site como um arquivo público das fotos que eu ando tirando.

Outro site que eu ando usando bastante para publicar as minhas fotos analógicas é o Lomography Home. Há algum tempo, eu utilizava o site para pesquisar o resultado visual de alguns filmes diferentes e, recentemente, comecei a publicar minhas imagens. Gosto bastante da simplicidade e foco no que posso fazer por lá.

Pronto, acho que esses são os meus sites e apps default de 2023. Simples assim.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.