Como Sobreviver a Reuniões Inúteis

Preciso dizer que eu me achava super importante quando era convidado para participar de reuniões. Mas esses dias já mudaram.

Na época, eu achava que poderia mostrar minhas ideias, minha opinião e ajudar a moldar aquilo que eu estava trabalhando no momento. Mas, eu era jovem e eu não sabia onde eu estava entrando nesse mundo de reuniões. Cometi um erro e hoje sei mais sobre isso.

Sobrevivendo Reunioes Inuteis
E foi por isso que fiquei feliz de ler sobre Eric Fixler e como ele agia em relação a reuniões que ele não precisava estar. A história veio do blog do Jesse Hertzberg e conta como Eric Fixler, senior developer no Etsy na época, costumava sair de reuniões minutos depois de perceber que ele não precisava estar por lá. Se ele não acreditava que seria útil naquela reunião, ele levantava, pegava suas coisas e ia embora. Simples e direto.

Afinal, para que desperdiçar seu tempo estando em um lugar onde você não vai conseguir contribuir em nada e não acrescentar nada ao que anda sendo discutido? Acredito que não existe nenhuma razão para você estar numa reunião onde você não acrescenta nenhum valor.

As pessoas são contratadas pela experiência delas e pelo conhecimento que elas tem e não para ficar sentado numa mesa sem fazer nada. E, como todo mundo tem dezenas de coisas a fazer todos os dias, fica complicado desperdiçar esse tempo não fazendo nada.

Vejo isso aqui na Alemanha com uma frequência grande. Sempre temos uma reunião para definir o que vai ser resolvido em outra reunião que vai ser a grande reunião da semana. Não sei ao certo se isso ocorre pelo sistema de trabalho que temos, se todas startups são assim ou se a burocracia alemã consegue entrar em todos os aspectos do trabalho aqui. Sei que já falei sobre isso antes e, mesmo assim, não tenho muita ideia da resposta.

Sei que ando tentando mudar isso e vou usar do exemplo do Eric Fixler para deixar meu cotidiano de trabalho mais produtivo. Hoje eu já aprendi como sobreviver a reuniões inúteis e acredito que todo mundo precisa aprender a fazer isso.

A imagem acima vem de uma série de pequenos troféus que você pode dar para seus colegas de trabalho que sofrem contigo. Veja mais sobre o produto aqui. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.