blog.ftofani.com / Esse é o blog pessoal do Felipe Tofani. Onde ele escreve e comenta sobre tudo que acha interessante mas não necessariamente é.

Trials & Tribulations do JH1.FS3

Trials & Tribulations é, até agora, o único disco da dupla composta por Frederikke Hoffmeier do Puce Mary e Jesse Sanes Liebestod. O som do JH1.FS3 é um pouco diferente do que ambos andam fazendo sozinhos mas usa de referências em comum. Algumas vezes, eles descrevem o novo projeto como um cinema para os ouvidos devido ao apelo de refletir uma experiência fora do comum através de elementos que apresentam uma certa familiaridade.

Trials & Tribulations é, até agora, o único disco da dupla composta por Frederikke Hoffmeier do Puce Mary e Jesse Sanes do Liebestod. O som do JH1.FS3 é um pouco diferente do que ambos andam fazendo sozinhos mas usa de referências em comum. Algumas vezes, eles descrevem o novo projeto como um cinema para os ouvidos devido ao apelo de refletir uma experiência fora do comum através de elementos que apresentam uma certa familiaridade.

O som que foi criado no Trials & Tribulations tem raízes na improvisação musical e o estilo musical é difícil de definir. Cada música aponta para uma direção. Algumas vezes a sonoridade é uma mistura de eletrônico experimental com drone, outras vezes tudo se transforma em um industrial old school com ambient. 

Mas, o que mais me chamou a atenção foi a segunda música do disco, a Every Little Detail. Essa música poderia ser descrita, quase, como um spoken word que se mistura com um ambient noise. No poema que é recitado na música, uma mulher descobre uma fantasia sexual de seu namorado e ela vai descrevendo como que ler sobre isso afetou seu comportamento. Enquanto ela lê, a música de fundo vai mudando, se alterando pare refletir as sensações que ela poderia estar sentindo. Para mim, essa é a melhor música desse disco. Daquelas que faz você mudar seu foco quando você a escuta pela primeira vez. 

[bandcamp width=600 height=720 album=1084946630 size=large bgcol=ffffff linkcol=0687f5 tracklist=false]

No final, Trials & Tribulations é feito de uma colagem de sons que fontes variadas. Algo difícil de descrever e de categorizar que fica mais interessante de explorar quando não se define. 

Para a dupla, o som que eles criaram é uma forma de reconciliar emoções massivas de forma sincera e mensurável. Algo que parece ser difícil de fazer sem parecer confessional mas que eles tentam muito bem no Trials & Tribulations. Além disso, existe uma qualidade quase cinematográfica nas músicas e, algumas vezes, parecia que elas se encaixavam no meu dia a dia. 

A cada nova audição desse disco, eu descobri detalhes diferentes nas músicas, Pequenos sons que mudam como que uma música se comporta, como que ela se apresenta para você. Algo que fez com que eu considerasse o Trials & Tribulations  o meu primeiro disco favorito de 2019. E eu acho que você deveria escutá-lo também. 

Trials & Tribulations do JH1.FS3 no Bandcamp