blog.ftofani.com / Esse é o blog pessoal do Felipe Tofani. Onde ele escreve e comenta sobre tudo que acha interessante mas não necessariamente é.

Curtain’s Up de Stella McCartney sobre David Lynch

Uma das coisas que eu mais gosto em David Lynch é a forma com a qual ele parece viver em um outro mundo. Um mundo completamente diferente daquele em que nós vivemos. E, mesmo depois de inúmeras entrevistas, documentários sobre seu processo criativo e até uma biografia, ele continua sendo um mistério para o mundo. Por isso mesmo que eu resolvi publicar esse vídeo apresentado por Stella McCartney.

Uma das coisas que eu mais gosto em David Lynch é a forma com a qual ele parece viver em um outro mundo. Um mundo completamente diferente daquele em que nós vivemos. E, mesmo depois de inúmeras entrevistas, documentários sobre seu processo criativo e até uma biografia, ele continua sendo um mistério para o mundo. Por isso mesmo que eu resolvi publicar esse vídeo apresentado por Stella McCartney.

Lembro de ficar acordado até tarde quando eu tinha uns dez anos para assistir Twin Peaks na tv. Esse foi meu primeiro contato com o trabalho de David Lynch mas eu não tinha nem ideia de quem ele era até assistir Lost Highway em meados de 1997. Foi esse filme que me apresentou ao seu trabalho como diretor e fez com que eu pesquisasse e procurasse sua obra.

David Lynch in “Curtain’s Up”, from Stella McCartney

Face illuminated by the rippling light of a film’s projection, genre-defying American filmmaker David Lynch opens up about the magic of the cinema in this profile from Stella McCartney.

O vídeo recebeu o nome de Curtain’s Up e foi dirigido pelo filho de Lynch, Austin Lynch e Case Simmons. E apresentado por Stella McCartney para o mundo. Se você descobriu o trabalho dele há pouco tempo, esse vídeo vai dar uma ótima introdução a sua criatividade, seus métodos de trabalho e seus objetivos fora do cinema.

Em Curtain’s Up, o diretor aparece durante os nove minutos do filme sendo iluminado por cores diferentes dentro de uma sala de cinema. Lá, ele parece estar assistindo algum filme mas, que filme seria esse? Não faz diferença alguma já que David Lynch continua sendo ele mesmo e estamos aqui para ele.

Ele fala sobre o início da sua carreira, como ele começou estudando arte e pensou em como transportar isso para as telas. Em uma forma experimental de fazer suas pinturas se moverem. Mas, em Curtain’s Up, fica difícil entender se o que ele fala é uma metáfora ou se ele estava alucinando.

Uma das coisas que eu mais gosto em David Lynch é a forma com a qual ele parece viver em um outro mundo. Um mundo completamente diferente daquele em que nós vivemos. E, mesmo depois de inúmeras entrevistas, documentários sobre seu processo criativo e até uma biografia, ele continua sendo um mistério para o mundo. Por isso mesmo que eu resolvi publicar esse vídeo apresentado por Stella McCartney.

No final, se você é fã de David Lynch, esse curto filme vai te apresentar um diretor que você já conhece mas sob uma luz um pouco diferente e falando sobre temas que não necessariamente você conhece tão bem. E por isso mesmo que Curtain’s Up vale a pena ser visto.

Curtain’s Up de Stella McCartney sobre David Lynch