blog.ftofani.com / Esse é o blog pessoal do Felipe Tofani. Onde ele escreve e comenta sobre tudo que acha interessante mas não necessariamente é.

Encontrando o Sentido da Vida num Mundo sem Trabalho

Como entreter uma população que não tem nenhum sentido da vida e que não precisa fazer nada para sobreviver? Como fazer isso de um jeito que permita que uma sociedade exista?

Achei bem interessante esse artigo que questiona sobre o que a humanidade vai acabar fazendo quando a maioria dos empregos se tornar automatizado. Como entreter uma população que não tem nenhum sentido da vida e que não precisa fazer nada para sobreviver? Como fazer isso de um jeito que permita que uma sociedade exista?

O autor desse artigo no The Guardian, o Yuval Noah Harari, aponta para uma nova forma de religião. Uma religião que misture a tecnologia que temos com a realidade em que vivemos. Afinal, de acordo com o autor, religiões são nada mais do que uma série de leis imaginárias que algumas pessoas seguem para conseguir ir para um lugar melhor no final da vida.

For thousands of years, billions of people have found meaning in playing virtual reality games. In the past, we have called these virtual reality games “religions”.

What is a religion if not a big virtual reality game played by millions of people together? Religions such as Islam and Christianity invent imaginary laws, such as “don’t eat pork”, “repeat the same prayers a set number of times each day”, “don’t have sex with somebody from your own gender” and so forth. These laws exist only in the human imagination.

No natural law requires the repetition of magical formulas, and no natural law forbids homosexuality or eating pork. Muslims and Christians go through life trying to gain points in their favourite virtual reality game. If you pray every day, you get points. If you forget to pray, you lose points.

If by the end of your life you gain enough points, then after you die you go to the next level of the game (aka heaven).

Meu único problema com o artigo foi sobre a idéia de que você só vai encontrar sentido na vida através do trabalho mas isso fica para outro dia.

Encontrando o Sentido da Vida num Mundo sem Trabalho