blog.ftofani.com / Esse é o blog pessoal do Felipe Tofani. Onde ele escreve e comenta sobre tudo que acha interessante mas não necessariamente é.

The Colourist: A Arte Perdida de Colorir fotos em Preto e Branco

The Colourist é um documentário curta-metragem que mostra um pouco do trabalho de Grace Rawson. A neo zelandesa tem, hoje em dia, mais de 80 anos de idade e trabalhou colorindo fotografias em preto e branco nos anos cinquenta.

The Colourist é um documentário curta-metragem que mostra um pouco do trabalho de Grace Rawson. A neo zelandesa tem, hoje em dia, mais de 80 anos de idade e trabalhou colorindo fotografias em preto e branco nos anos cinquenta.

Seu trabalho era artesanal e realizado junto com outras mulheres para uma empresa chamada White’s Aviation. Empresa essa que acabou ficando famosa no país quando conseguiu substituir as típicas paisagens européias que existiam nas casas da Nova Zelândia por pinturas locais. E era lá que ela pintava dezenas de fotografias em preto e branco com as cores de cenários que ela nunca tinha visto na vida.

Em The Colourist, ela conta um pouco sobre como era criar cada peça manualmente e individualmente, num processo bem artesanal. Por mais que, hoje em dia, as pessoas não considerem a técnica usada na época algo especial, você consegue ver que Grace Rawson fazia aquele trabalho com muito amor e atenção. E você ainda consegue observar um pouco das suas técnicas no video resultando numa das poucas demonstrações dessa arte perdida.

The Colourist

As one of the original colourists for Whites Aviation in the 1950’s, Grace Rawson reminisces and revives the forgotten art of hand-tinted photography for the first time in over fifty years. Directors: Greg Wood, Peter Alsop Loading Docs is a series of incredible 3-minute documentaries from New Zealand.

Por mais que muitas pessoas ignorem completamente essas fotografias pintadas, sempre achei algo interessante nelas. Como se elas tivessem um charme impreciso e imperfeito que não existe mais no mundo mais que perfeito da fotografia de hoje. Na época, a fotografia era diferente do que temos nesse mundo de manipulações digitais em excesso e, por isso mesmo, gosto de ver como eram feitas anteriormente.

The Colourist: A Arte Perdida de Colorir fotos em Preto e Branco