Eles não precisam de um Diretor de Arte – blog.ftofani.com blog.ftofani.com

blog.ftofani.com

Esse é o blog pessoal do Felipe Tofani. Onde ele escreve e comenta sobre tudo que acha interessante mas não necessariamente é.

Eles não precisam de um Diretor de Arte

Published on 22/11/2010

É estranho chegar a essa conclusão mas eu não acho que aquele lugar onde você trabalha precisa de um Diretor de Arte. Não acho que eles precisam de um designer também. O que eles precisam é de um operador de photoshop, alguém que saiba colocar em prática todas as ideias geniais que eles dizem ter. Alguém que não pense muito e obedeça todos os pedidos, por mais absurdos que eles sejam. É isso que eles querem e não acho que eles querem você.

Afinal, um designer é, no fundo, um resolvedor de problemas. Sejam eles visuais, conceituais ou seja lá o que for. E se um designer resolve problemas, ele é obrigado a passar parte do tempo dele procurando soluções, organizando pensamentos e estruturando respostas. O que fazer então quando as respostas já vem prontas? Quando o briefing não faz sentido ou quando você é chamado apenas para deixar aquela ideia um pouco mais agradável?

Se sua função é colorir wireframes, animar folders e transferir aquele comercial de tv para o youtube, você não é um diretor de arte. Aliás, você é o que? Você passou por todos aqueles anos de estudo para fazer isso? Todas aquelas noites mal dormidas estudando serviram para isso?

Aprender a trabalhar com as ferramentas é o lado fácil da profissão. Sentar no Photoshop e criar aquele layout lindo é fácil. Hoje temos tutoriais para tudo, qualquer um pode aprender a mexer num Dreamweaver e montar um site. O diferencial que procuramos é outro. Você precisa saber o motivo pelo qual fez aquilo tudo, você precisa saber os porquês e os conceitos.

Mas o principal é, você precisa saber porque que resolveu trabalhar com isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Tags: , , , , ,

1 Comentário

  1. Haydee says:

    Deve ser por isso que a porcentagem de diretores de arte abandonando a publicidade, têm crescido vertiginosamene, desde 2010.

Leave a Reply